Municípios paulistas lideram ranking da nova versão do IGM-CFA

Municípios paulistas lideram ranking da nova versão do IGM-CFA

Estudo acaba de ser atualizado e está disponível para Acesso Exclusivo

O Índice CFA de Governança Municipal (IGM-CFA) acaba de ser atualizado. O estudo realizado pelo Conselho Federal de Administração (CFA) é uma ferramenta que visa auxiliar gestores municipais a visualizar as necessidades e/ou boas práticas de sua região, priorizar políticas públicas, além de promover o debate sobre a importância da gestão municipal profissional.

Nesse primeiro momento, o IGM-CFA 2021 estará disponível apenas para Acesso Exclusivo dos profissionais de Administração registrados em CRA e em dia com as obrigações junto ao regional. O estudo é atualizado todos os anos. Nesta edição, a estrutura base do IGM se manteve, exceto no indicador Transparência. Esta variável, cuja última atualização foi em 2016, foi substituída para a variável Transparência Municipal, que é de 2019 e avalia 21 itens como: se há no município página de transparência pública, se são disponibilizadas informações em tempo real sobre a execução orçamentária, se há meios de acesso à informação pública, entre outras informações.

Outro destaque é que nesta nova versão do IGM-CFA o dado mais antigo é de 2019. Para o diretor de Gestão Pública do CFA, Fábio Mendes Macêdo, isso traz mais eficiência e efetividade na consolidação dos dados. “Estamos muito felizes em fazer esta entrega para o Brasil, pois as contribuições do IGM-CFA são fantásticas para os gestores públicos que visam efetivamente fazer um trabalho técnico científico”, explica.

Além disso, o diretor diz que a nova versão do IGM-CFA chega em um momento muito oportuno.

“O estudo consolida dados de mais de 5 mil municípios brasileiros, nas suas importantes três dimensões, nos 12 indicadores e nas 30 variáveis permeando assim uma forma para que o gestor público possa planejar o direcionamento da gestão municipal. Estamos em um ano ímpar, período de entrega dos Planos Plurianuais. Nesse momento, o gestor terá que deliberar sobre a gestão que fará nos próximos quatro anos. É hora, portanto, de planejar o futuro”, afirma o administrador e conselheiro do CFA.

Sudeste lidera o ranking

O IGM-CFA abrange 5.569 municípios. Para tornar o estudo e o diagnóstico mais real, essas cidades são separadas e agrupadas por clusters. Ao todo, são oito grupos e, destes, sete são lideradas por municípios da região Sudeste.

No grupo 8, que é formado por municípios com população acima de 100 mil habitantes e PIB per capita acima de R$ 28.636,00, o melhor colocado no IGM-CFA foi São Bernardo do Campo-SP. O grupo 6 é o único em que uma cidade de outra região – Francisco Beltrão (PR) –  aparece no topo do ranking.

Saiba mais

O IGM-CFA consiste em uma métrica da governança pública nos municípios brasileiros a partir de três dimensões: Finanças, Gestão e Desempenho. A média delas gera o IGM-CFA. Para ter mais detalhes do IGM-CFA 2021 basta acessar o site http://igm.cfa.org.br e clicar no Acesso Exclusivo. No portal, é possível ver o ranking completo dos oito grupos de municípios e ainda fazer comparações.

O estudo foi elaborado a partir de dados secundários e considera áreas como saúde, educação, saneamento e meio ambiente, segurança pública, gestão fiscal, transparência, recursos humanos, planejamento e outras.

A partir da construção de extenso banco de dados municipais, que foram extraídos de bases públicas como STN, IBGE, PNUD e Datasus, realizou-se priorização de indicadores e variáveis e, em seguida, por meio de tratamento estatístico, foi possível gerar um resultado para cada dimensão e para o Índice. Assim como boa parte de suas fontes, o IGM é atualizado anualmente.

 

Assessoria de Comunicação CFA – Ana Graciele Gonçalves

Deixe uma resposta