CFA participa de discussão sobre combate à corrupção eleitoral no Brasil

CFA participa de discussão sobre combate à corrupção eleitoral no Brasil

No dia  17 de outubro, o Presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), Mauro Kreuz, participou da reunião do Comitê Nacional do Movimento que Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE). Outros conselhos de classe também participaram do debate, onde foi discutido, entre outros assuntos, a sugestão a ser encaminhada ao Tribunal Superior Eleitoral para subsidiar o estudo de sistematização das normas eleitorais de 2020.

Na ocasião, foram discutidos ainda a questão da desinformação no Brasil, o compartilhamento de notícias falsas em época de eleição e o projeto Código de Defesa do Consumidor, que “poderá consolidar as leis – seja na via legislativa, aprimorando as normas, seja na via educativa, orientando o eleitor”, segundo o diretor do MCCE, Luciano Caparroz Santos.

Sobre as discussões, Kreuz ressaltou que “o mais importante em todo o contexto eleitoral é ter consciência da importância e peso do voto em relação aos seus efeitos na sociedade e às não conformidades que possivelmente venham a surgir”.

Durante a reunião, o diretor Luciano Caparroz aprovou em plenário a sugestão dada pelo presidente do Conselho Regional de Administração do Amazonas (CRA-AM), Inácio Guedes, sobre a criação das coordenações Regionais nos estados, com início no Norte do país.

O próximo encontro do Movimento acontecerá no próximo mês, dia 15, às 10 horas, no plenário do CFA, em Brasília.

MCCE

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral é uma rede formada por entidades da sociedade civil, movimentos, organizações sociais e religiosas, por um cenário político-eleitoral mais justo e transparente. O MCCE, inclusive, é criador da Lei Contra a Compra de Votos (Lei nº 9840/99) e da Ficha Limpa (LC nº 135/10).

Durante a reunião também foi lançada a plataforma de doação para o MCCE. Acesse o site do movimento e saiba mais.

Assessoria de Comunicação CFA

Fechar Menu